Roberta Stella | Nutrição sem dieta


Deixe um comentário

Quinoa com legumes

quinoaA quinoa é um alimento típico dos Andes e faz parte do hábito alimentar da Bolívia, Peru e Chile. Há alguns anos, esse pseudo cereal ganhou a mesa dos brasileiros que buscam por uma alimentação mais saudável. Rica em proteínas e amino ácidos essenciais como a lisinha, metionina, histidina; além de vitaminas, minerais, gorduras insaturadas e fibras, a quinoa pode ser incorporada ao nosso dia a dia para aumentar a qualidade nutricional das refeições.

Ela é super prática e pode ser utilizadas em vários tipos de preparações: sopas, salada, carnes e dá até para fazer pipoca com quinoa!

Aqui, deixo a sugestão para os iniciantes na categoria alimentar quinoa: Quinoa com legumes. Desfrute a receita logo abaixo.

quinoa com legumes2

Quinoa com legumes
Rendimento: 4 porções

Ingredientes
– 1/2 xícara (chá) de cenoura picada
– 1/2 xícara (chá) de vagem picada
– 1/4 xícara (chá) de quinoa branca
– 1/4 xícara (chá) de quinoa vermelha
– 1 xícara (chá) de água
– sal a gosto
– 5 tomates cereja médios cortados em 4
– 2 colheres (sopa) de amêndoas em lascas assadas

Modo de Preparo
Em uma panela com pouca água, cozinhe os legumes até ficar al dente (evite cozinhar muito). Reserve-os. Coloque a quinoa em uma peneira e lave em água corrente. Em uma panela pequena, coloque a quinoa lavada, acrescente a água e tempere. Quando a água ferver, baixe o fogo e tampe a panela. Espere até a água secar. Desligue o fogo e deixe descansar por 10 minutos. Com a ajuda de um garfo, solte a quinoa. Acrescente os legumes e os tomates. Ao servir, acrescente as amêndoas em lascas para enfeitar.

Dicas
– Utilize a água do cozimento dos legumes para cozinhar a quinoa, aproveitando o sabor e vitaminas que ficaram na água.
– Acrescente temperos frescos como salsinha, cebolinha, coentro ou manjericão.


Deixe um comentário

Canja

Eu, simplesmente, amo (de paixão) sopas. E não amo somente comer sopas. Divirto-me fazendo-as. Acho muito simples preparar qualquer uma e até me aventuro nos cremes, também.

Ontem, fiz uma canja, Normalmente, faço a sopa de legumes e frango com macarrão e engrosso com mandioquinha. Veja, essa receita, aqui.

Mas, como tenho arroz em casa e não é comum fazer arroz-com-feijão, resolvi ir de canja! A diferença, basicamente, é que não deixo o caldo grossinho (manero na tal mandioquinha <3) . Ainda, aproveito a sopa para inserir alguns vegetais como chuchu, vagem, batata e cenoura.

Vamos à receita!

 

20140716_122714

 

Canja

Ingredientes

– 2 colheres (sopa) de azeite extra virgem

– meia cebola grande picada bem picadinha

– 4 dentes de alho picados bem picadinhos

– 1 mandioquinha média descascada (não é para picar!)

– 1 batata média picada em cubos

– 1 cenoura média picada em cubos

– 20 vagens picadas

– 1 chuchu sem as sementes picado em cubos

– 1 cubo de caldo sabor legumes (na verdade coloquei dois, mas é muito politicamente/nutricionalmente incorreto. Mas, vai com fé e força que somente um é suficiente. Eu sou muito gulosa!)

– meio peito de frango sem pele e sem osso

– 1 colher (chá) rasa de sal (ai meu pai! O sódio me persegue. Para os puritanos, pode pular esse ingrediente que o caldo segura o sabor. Mas, só um pouco!)

– pimenta do reino a gosto (eu gosto do moído na hora!)

– meia xícara (chá) de arroz cru

 

Modo de Preparo

1° Passo: vamos cozinhar os vegetais e o franguinho

Em uma panela de pressão, aqueça o azeite. Acrescente a cebola e refogue até ela ficar transparente. Acrescente o alho e refogue por 2 minutos. Desligue o fogo. Acrescente a mandioquinha, batata, a cenoura, o chuchu, o cubo de caldo de legumes e o peito de frango. Adicione água que fique dois dedos acima dos vegetais e frango. Tampe a panela de pressão. Acenda a boca maior do seu fogão e, no fogo alto, espere a panela começar a apitar. (Não tenha medo! É seguro!). Quando começar a apitar, troque a boca de fogão para a menor e, em fogo médio, deixe a panela por 7 minutos. Desligue o fogo e espere sair a pressão.

 

2° Passo: Abra a panela

Quando toda a pressão sair (ou vapor sair?!), abra a panela. Retire o frango e a mandioquinha. Acrescente o arroz.

 

3° Passo: Desfie o frango

Desfie o frango com a ajudar de dois garfos. Amasse a mandioquinha com o grafo (se ela quebrar inteira na panela, não se preocupe!). Coloque o frango desfiado na panela. Se deu para amassar a mandioquinha, volte-a amassada à panela, também.

 

4° Passo: Espere o arroz cozinhar

Acrescente o sal se você for politicamente incorreto como eu. Tempere com a pimenta. Agora, basta esperar o arroz cozinhar. A mandioquinha não deve engrossar o caldo. Ele deve ficar ralo. Por isso, deixe, em uma caneca, reservada água fervente. Assim, se necessário, coloque mais água para formar o caldo perfeito! Pode – e deve – mexer para o arroz não grudar no fundo da panela.

 

5° Passo: Sirva quente

E cuidado para não queimar a língua, hein? :P


Deixe um comentário

Carne moída: o ingrediente coringa

Sabe quando você prevê que algo vai sair errado? Então, eu já estava com essa sensação quando eu esqueci de tirar a carne moída de freezer para descongelá-lo. Qual foi a minha alternativa? u-hu microondas!!

Nada como usar a tecnologia, não é mesmo? Só que ela é boa para quem sabe usar, não é mexxxxxxmo??? Então, só que quem vos fala, não é essa pessoa em relação ao microondas. Já tinha tido a mesma experiência anterior: descongelar carne moída, no final, é tirá-la cozida do microwave, meus amores!! eu-não-sei-descongelar-no-microondas!

OK. Na linha, “não coloque obstáculos a sua frente”, fui eu toda bonita e saltitante fazer o descongelamento e?? Eeeeeeee????? Claaaaaaaro, cozinhei a carne moída. Que máximo! Deu errado!

A-hã. No entanto, todavia, porém tem uma coisa nessa história toda! Vamos ver o lado positivo: podemos criar na cozinha, também! E, o que era para ser almôndegas, virou um refogado de carne moída. E já percebi que farei muitas coisas com esse ingrediente: panqueca, escondidinho, almôndegas, rocambole… ulalá!

Imagem

Carne moída com vagem e batata refogados

Ingredientes

– 1 colher (sopa) de óleo

– 1/2 (ou 0,5) cebola picada

– 150 g de patinho (não é o pato pequeno não, é o nome do corte da carne bovina mesmo!!) moído duas vezes (se podemos ser más, seremos!)

– 1 batata média cortada em cubos e cozidos

– 10 vagens cortadas em 4 partes e cozidas (pode cozinhar junto com a batata, tá?)

– sal a gosto

– pimenta moída na hora a gosto

Modo de Preparo

1º Passo: refogue

Em uma panela, esquente o óleo e acrescente a cebola. Quando estiver transparente, acrescente a carne e refogue por 5 minutos em fogo médio na boca do fogão menor. Acrescente a batata e as vagens. Tempere com sal e pimenta. Refogue por mais 3 minutos.

2º Passo: Prove

Essa receita é tãaaaaao simples que coloquei esse segundo passo só pra dizer que simplicidade é bão demais e o sabor é tri-gostoso! Se joga!