Roberta Stella | Nutrição sem dieta


Deixe um comentário

Como deixar a salada gostosa

salada_gostosaNão faça cara feia pro que vou dizer agora: não existe alimentação saudável sem verduras e legumes. Mas há uma excelente notícia! Incluir legumes e verduras é o momento para começar a explorar as texturas e os sabores que esses alimentos têm. Sim, se abrir os sentidos e parar de comer uma folha de alface correndo, vai perceber que a salada pode – e deve – ser mais do que gostosa. Deliciosa!! Vamos lá!

– deixe de lado o pensamento de que só deve comer verduras cruas e legumes cozidos sem nenhum tempero. Muito pelo contrário! Continuar lendo


Deixe um comentário

Granola caseira

Foto: Roberta Stella

Eu sempre adorei granola mas, confesso que ultimamente vinha me incomodando comprar as industrializadas que a maioria contém, entre os ingredientes, gordura vegetal (a gordura é o óleo vegetal que foi modificado, formando uma gordura que apresenta a do tipo trans que é ruim para a nossa saúde), manteiga ou óleo de palma. Além desses ingredientes, elas apresentam grande quantidade de açúcar, açúcar mascavo e mel.

Somando a esse descontentamento crescente, a última que comprei tinha muita, muita, muita uva passa. Não desgosto da frutinha seca, mas foi difícil engolir dessa vez de tanta que tinha.

Então, tomei uma atitude! Sacolinha debaixo do braço, fui comprar os ingredientes para a minha granola. Tão personalizada que só tem o que gosto.

Compartilho com você a minha receita. Os ingredientes: tem que ter aveia em flocos que é a base. O restante deles, você pode escolher os que mais gosta.

Foto: Roberta Stella

Granola caseira

Ingredientes
– 2 xícaras (chá) de aveia em flocos
– 1 colher (sopa) rasa de coco ralado
– 0,25 xícara (chá) de mix de amêndoas inteiras, castanha de caju, amendoim, uva passa
– 2 colheres (sopa) de amêndoas em lâminas
– 1 colher (sopa) sementes de girassol
– 2 colheres (sopa) de banana desidratada sem açúcar
– 1 colher (café) canela em pó
– 1 colher (café) de açúcar mascavo
– 2 colheres (sopa) de mel
– 1 colher (café) de essência de baunilha

Modo de Preparo
1° Passo: Pré-aqueça o forno a 180°C por 15 minutos.
2° Passo: Enquanto aquece o forno, unte uma assadeira com papel manteiga. Por cima, distribua todos os ingredientes com exceção do mel e da baunilha. Misture.
3° Passo: Em uma vasilha, misture o mel com a essência de baunilha.
4° Passo: Despeje a mistura por cima dos ingredientes secos e mexa bem. Deixe a granola bem distribuida na assadeira.
5° Passo: Leve para assar por 10 a 15 minutos.
6° Passo: Retire do forno e espere esfriar (se você conseguir resistir!). ;)

Logo que terminei, preparei tudo para as fotos. E que combinação perfeita foi essa granola com iogurte natural e framboesas frescas. Foi como comer felicidade!


Deixe um comentário

Alimentos que toda despensa deve ter

foto: Roberta Stella

foto: Roberta Stella

Quero compartilhar com vocês, alimentos que eu tenho em casa e que indicaria para quem está buscando se alimentar com melhor qualidade e com mais saúde.

Quem mora em cidades de médio ou grande porte, certamente, não terá nenhuma dificuldade em encontro-los. Já, para quem mora em pequenas cidades, busque uma loja que venda produtos naturais, provavelmente, você irá achar.

Os alimentos são:

1. Aveia: tenho em casa a em flocos. Mas, pode ser o farelo, também. Ela é rica em fibras que estão relacionadas com a melhora do funcionamento do intestino, prevenção de doenças cardiovasculares, liberação mais lenta de insulina no sangue, diminuição do colesterol sanguíneo. Eu a uso, principalmente, para turbinar a granola. Quando a ingiro com leite, deixo uns 15 minutos descansando na geladeira, hidratando. Depois desse tempo, o leite fica mais espesso e, a aveia, mais macia. Aveia com fruta – gosto com mamão papaya, banana (clique aqui e confira) ou melão, ajuda a frutose ser digerida aos poucos, liberando gradualmente açúcar no sangue, evitando picos de insulina. Ela, também, pode ser ingrediente de mingau (eu fiz, veja!), pode ser consumida com iogurte – substituindo a granola que, normalmente, contém muito açúcar; bolos e tortas.

2. Chia: tenho que admitir que a chia é a minha semente favorita. Ela é rica (mas muito rica mesmo!) em fibras solúveis formando um gel quando hidratada. O tipo de gordura predominante é a insaturada (conhecido como gordura boa para a saúde), principalmente, as poliinsaturadas. Também, é fonte de muitos minerais, sendo os principais fósforo, potássio e magnésio. Assim como a aveia, eu a uso para melhorar a qualidade da granola (veja aqui) ou com frutas (confira aqui), consumindo com ou sem a aveia (veja essa). Na verdade, uso muito a dupla aveia-chia ao mesmo tempo. Mas não sempre. Todo café da manhã que faço, não pode faltar a chia que coloco no pão com creme de queijo desnatado (espie aqui). Gosto, também, de usá-la em saladas e nos iogurtes. No leite e no iogurte, deixo sempre descansar alguns minutos para formar o gel e NHAC! Adoro! Se você não vai com a cara da chia ou está com dificuldades em a encontrar no mercado, escolha outra semente. Pode ser a de abóbora, gergelim, linhaça.

3. Nozes: amo, amo amo, nozes na salada (dá uma olhada aqui)! Eu simplesmente, acho abominável salada só com as folhas das verduras ou, no máximo, com tomate. Nãaaaooo!! Salada pode e deve ser saborosa! E eu sempre coloco nozes para dar aquela sensação de crocância ou, como costumo falar, dar aquele croc-croc! Mas, cuidado com a quantidade! Uso, duas ou três unidade no máximo. As nozes são excelentes para um lanchinho entre as refeições principais. Essa delícia toda vem acompanhada de fibras, gorduras insaturadas, principalmente, as mono e muitos minerais (ferro, fósforo, potássio, magnésio, zinco e cálcio).

4. Amêndoas: para quem me conhece e me acompanha no Instagram, sabe que adoro couscous marroquino (aqui) e quinoa (aqui, também). Pelo menos uma vez na semana tem cuscuz ou quinoa! E tenho que colocar as amêndoas neles! Fica di-vi-no! Assim como as nozes, as amêndoas são uma oleaginosa, rica em gordura insaturada, fibras e minerais.

Se você preferir outro tipo de oleaginosa, não tem problema! Todas são ótimas: amendoim, castanha de caju, castanha do Pará, avelã, macadâmia. Opções é o que não faltam. Mas, deixo a dica: as maiores como castanha do Pará, duas unidades por dia. As menores, 5 unidades. E claro, somente tostadas , sem sal ou açúcar porque o objetivo é comer da forma mais saudável!

Escolha o seu cereal integral, semente e oleaginosas preferidas! Descubra novas formas de consumir os alimentos, melhorando a qualidade da alimentação.

Lembre-se que você somente irá mudar se for persistente, tiver curiosidade em conhecer os alimentos e, principalmente, ter os alimentos mais saudáveis por perto! Aos poucos, você irá descobrindo quais são os seus alimentos saudáveis que não podem faltar na sua despensa.