Roberta Stella | Nutrição sem dieta


Deixe um comentário

O que acontece se tentar enganar a fome

“Bebo refrigerante zero para disfarçar a fome”, “só depois de terminar esse trabalho, vou comer”, “Fiquei entretid@ com o trabalho e a fome sumiu”. São situações muito comuns de ouvir. Você se identifica com alguma delas?

Mas, a alimentação sem estrutura, sem refeições com cara de refeição, a urgência em comer que leva a beliscar a tarde inteira ou, à noite, não ter paciência e nem vontade de preparar algo com “mais cara de comida”,  muitas vezes se devem a não atender a fome quando ela apareceu.
FOME (1)
Fome não dá para disfarçar porque, depois de um tempo, ela volta potencializada. Isso significa que não será possível usar qualquer esforço em parar para pensar o que comer e parar para preparar algo para comer. Comerá o que tiver disponível e, normalmente, são alimentos de menor qualidade nutricional e altamente palatáveis como doces e salgadinhos.

Para comer mais saudável, é necessário começar a identificar esses sinais e saber o momento de se preparar para sair para comer. Essa é a hora certa de comer. A hora que o seu corpo começa a dar os sinais que não são desagradáveis e que não dá a necessidade de urgência em comer.


Deixe um comentário

Beber água para enganar a fome? É errado sentir fome?

Uma relação muito ruim com a comida e a imposição de regras alimentares levam à dificuldade de entendimento dos sinais do corpo da fome e da saciedade. Essa falta de entendimento leva ao medo de sentir a fome que pode trazer sensações desagradáveis já que, por querer emagrecer, a fome surge como algo negativo e, também, leva às atitudes alimentares que irão prejudicar o emagrecimento.

A seguir, cito três dessas atitudes:

(1) Por achar que a fome é uma sensação ruim, comer pode ser acompanhado de culpa e raiva, principalmente, se a comida for aquela proibida pelas dietas como, por exemplo, doces e chocolates;

(2) Por ter medo de ter fome, previne-se de senti-la comendo antes dessa sensação aparecer, podendo levar, portanto, a uma quantidade Continuar lendo


Deixe um comentário

Diferencie a fome da vontade de comer

Muitas vezes, omitimos os sinais do nosso corpo, o que nos leva a confundir se temos fome ou vontade de comer; ou, ainda, quando já estamos saciados e devemos parar de comer.

Hoje, quero conversar com vocês sobre a fome e vontade de comer.

É muito comum a pergunta: “qual é o melhor horário para fazer as refeições?”. E a resposta é: quando sentimos fome. Por isso, não existe um padrão de horários, mas é necessário cada um respeitar o sinal da fome.

Por outro lado, é frequente a seguinte afirmação: “tenho fome o dia inteiro. Como lidar com isso?”. Muitas vezes, ignoramos os sinais do nosso corpo o que, a longo prazo, faz com que não saibamos diferenciar sinais fisiológicos dos sinais emocionais. Quando falamos que sentimos fome o dia inteiro, na maioria das vezes, tentamos justificar o comer sem medida, o dia inteiro beliscando e sem uma rotina alimentar sendo, com frequência, difícil até de identificar uma refeição, principalmente, as intermediárias como o lanche no meio da manhã ou da tarde. Continuar lendo