Nutrição sem dieta: faça as pazes com a comida e com o seu corpo

Nutrição sem dieta. O que é isso?

A Nutrição sem dieta é uma abordagem nutricional que tira o foco do peso do corpo para promover saúde incentivando comportamentos que impactam positivamente no bem estar.

Muitas pesquisas já mostram que dietas têm um impacto muito negativo na saúde física e mental e que emagrecer, para a maioria das pessoas que deseja ter o corpo mais esbelto, não é fundamental para ter mais saúde e, sim, é essencial adotar e estimular comportamentos que fazem com que você seja mais saudável.

Tenho certeza que isso soa um pouco confuso porque, a vida inteira, através de tudo o que você lê, ouve e vê sobre “ser saudável” leva a acreditar que ser magro é ser mais saudável, não é mesmo?

Os riscos das dietas para emagrecer

Se você já fez dieta anteriormente, eu arrisco dizer que você já voltou a engordar. Se você conhece pessoas que já emagreceram fazendo dieta, certamente, a maioria delas voltou a engordar. E não é um poder de adivinhação dizer que as pessoas que fazem dietas passam pelo efeito sanfona; engordando-emagrecendo repetidas vezes durante a vida.

Olhando para você ou ao seu redor já é possível saber o que pesquisa(1) comprovou: 94% das pessoas que emagrecem voltam a ganhar o peso perdido.

Dietas são(2):

  • Ineficazes para atingir (alta taxa de desistência) e manter um peso mais magro;
  • contribuem para aumentar a preocupação com a comida e com o corpo;
  • levam ao efeito sanfona que aumenta a inflamação do corpo trazendo prejuízos para a saúde;
  • diminuem a auto-estima e a confiança em si mesmo;
  • focam somente em emagrecer, somente em atingir determinado número na balança e não em mudar comportamentos;
  • contribuem para o desenvolvimento de transtornos alimentares;
  • levam ao estigma e discriminação do corpo gordo.

Os impactos de fazer dieta , principalmente, de forma crônica, ou seja, saindo e entrando em uma dieta cada vez que se sente desconfortável com o corpo, são extremamente negativos para a saúde física e a saúde mental.

Deixar de fazer dietas para começar a encontrar a paz em comer e para melhorar a relação com o corpo

Parar de fazer dietas pode ser visto como assustador já que ela dá a falsa sensação de controle e segurança. Dar menos valor ao número que a balança indica soa como “deixar de se cuidar”.

Essas interpretações e valores que são dados à restrição alimentar, ao peso do corpo e como você se relaciona com a comida e com o corpo foram aprendidos por tudo que viveu até aqui. Foram as respostas buscadas nos livros, sites, blogs, mídias sociais, amigos, parentes e, até, profissionais de saúde.

Para melhorar a sua relação com a comida e com o corpo, a pergunta que fará terá resposta em você mesmo. É buscar o entendimento do por quê você come do jeito que come, por quê você percebe o seu corpo do jeito que percebe, como a relação com a comida e com o corpo foi construída para que tenha, nesse momento, uma relação disfuncional com eles.

A Nutrição sem dieta na qual se baseia o meu trabalho visa esse entendimento. Nesse processo, mudanças no comportamento alimentar serão desenvolvidas para que melhore a qualidade da alimentação e tenha uma percepção melhor do seu corpo e do seu peso dando a importância e valor que todo o corpo tem. O seu corpo é instrumento para realizar coisas incríveis!

O que irá acontecer com o seu peso?

Melhorar a relação que tem com a comida e com o seu corpo irá fazer com que você perceba qual é o peso natural do seu corpo. Peso natural é aquele em que você mantém sem fazer restrições, sem passar fome, sem oscilar entre o tudo ou o nada. Provavelmente, não é o menor peso que já teve e, também, não é o maior que já pesou.

Eu tenho um post ótimo que explica tudo sobre esse assunto. Se você quiser entender mais profundamente, clique aqui.

Sobre peso do corpo e saúde: uma reflexão

Saúde é uma definição muito complexa que vai muito além de não estar doente e, claro, muito além ainda de ser entendida como uma questão de peso, ou seja, todas as pessoas magras são saudáveis e todas as pessoas gordas ou com excesso de peso são doentes.

Quando pergunto: você acredita que toda pessoa magra é saudável? A resposta que recebo sempre é: “não, pessoas magras, também, ficam doentes”. Mas, quando pergunto: você acredita que todas as pessoas gordas são doentes? A resposta é sempre um “sim” com certa dúvida, entretanto, para reafirmar, vem o complemento: “se não é agora doente, certamente, será em algum momento”. Entretanto, ao questionar: mas todo mundo, em algum momento da vida, não fica doente? Começa a surgir algum desconforto fundamental para começar refletir sobre tudo o que lemos, ouvimos e vemos sobre “ser saudável”.

Quais são os comportamentos que impactam na saúde?

Muitos são os comportamentos relacionados com a promoção da saúde, entre eles:

  • Alimentação com predomínio de alimentos com melhor qualidade nutricional;
  • Atividade física: movimentando mais o corpo sai do sedentarismo;
  • Deixar de fumar
  • Ter moderação ao consumir bebidas alcoólicas;
  • Ter um sono tranquilo e adequado
  • Reduzir o estresse

O risco ter doença é maior entre as pessoas gordas ou com excesso de peso?

Esse pergunta pode ser uma armadilha se pensar que pode haver somente uma entre duas opções de resposta: ou tem risco maior ou não tem. Como tudo em saúde, não busque respostas tão simples e padronizadas. Por isso, a resposta para a questão acima é: depende.

Qual é o estilo de vida dessas pessoas? São pessoas com excesso de peso que tem o hábito de comer frutas e legumes? São pessoas não fumantes? Que se exercitam? Que não ingerem bebidas alcoólicas todos os dias?

Pesquisa(3) que estudou e analisou o número de comportamentos adotados que impactam na saúde entre pessoas magras, com sobrepeso e com obesidade mostrou que, ao não adotar algum desses comportamentos, o risco foi maior entre as pessoas com excesso de peso quando comparado com o risco daquelas que eram magras. Entretanto – e isso é muito importante -, quando um ou mais de um comportamento (comer frutas e legumes, não fumar, praticar atividade física, beber com moderação) foi adotado, esse risco entre as pessoas com excesso de peso reduziu drasticamente para valores muito parecidos com os observados entre as pessoas magras. Esse resultado mostra que, mudar comportamento é mais importante para saúde do que o peso.

Como buscar mais informações a Nutrição sem dieta

A Nutrição sem dieta é baseada em dois movimentos atuais da área da saúde: o comer intuitivo e o saúde em todos os tamanhos.

Há uma limitação em encontrar materiais e artigos em português, por isso, para acessar mais informações, busque os termos em inglês: “intuitive eating”, “health at every size” ou HAES. Outros termos para avançar nas pesquisas são “non diet approach” e “weight neutral approach”.

Referências citadas 

1. A descriptive study of weight loss maintenance: 6 and 15 year follow-up of initially overweight adults. Sarlio-Lähteenkorva S, Rissanen A, Kaprio J. Int J Obes Relat Metab Disord. 2000 Jan;24(1):116-25.
2. Weight Science: Evaluating the Evidence for a Paradigm Shift. Linda Bacon, Lucy AphramorNutrition Journal 2011, 10:9.
3. Healthy Lifestyle Habits and Mortality in Overweight and Obese Individuals. Eric M. Matheson, MS, MD, Dana E. King, MS, MD, and Charles J. Everett, PhD. J Am Board Fam Med 2012;25:9–15.

Onde fica

Endereço de atendimento: Rua Padre João Manuel, 222 conjunto 90/91 Bairro: Cerqueira César. São Paulo, SP. Perto da estação de metrô Consolação (linha verde), saída Rua Augusta (Jardins).

Agende uma avaliação

Para acessar a agenda de horários, clique na imagem abaixo ou no seguinte link: https://calendly.com/robertastella/avaliacao

Contato

Whatsapp: +55 (11) 973 041 467 ou clique aqui e fale diretamente comigo mandando a sua mensagem.
Email: oi@robertastella.com.br