Roberta Stella | Nutrição sem dieta

Sobre acreditar que existem alimentos ruins

Deixe um comentário

alimentos_bons_ruinsPensar que existem alimentos ruins faz mal a você e a sua alimentação. Veja como:

– Acreditar que um alimento é ruim leva ao sentimento de culpa ao comê-lo (e isso não é uma boa relação com os alimentos!);

– Se o alimento é ruim, ele deve ser excluído. Afinal, quem quer algo ruim na alimentação? Exclusão de alimentos leva à alimentação restritiva, desbalanceada e difícil de seguir;

– A crença de que existem alimentos ruins leva à fissura, ao desejo obsessivo e incontrolável podendo levar à episódios de compulsão alimentar.

Dividir os alimentos entre “bons”e “ruins” faz parte do pensamento de quem quer começar a se alimentar melhor mas, pode prejudicar a relação que tem com a alimentação e com o corpo, além, claro, de trazer prejuízos à saúde. E, nesse pensar, nascem os vilões e mocinhos que a indústria da alimentação e da dieta sabem muito bem explorar: pão e macarrão engordam. Arroz com feijão, também. Não, a culpa é do açúcar. Agora, a culpa é da gordura. Sem glúten e sem lactose… Quem já não ficou sem saber o que é certo e o que é errado?

Para a nossa sorte, o certo e o errado não é uma fórmula. Essa fórmula da alimentação saudável que todos buscam é composta por vários fatores e, cada um de nós pode ter o seu resultado baseado em preferências alimentares, disponibilidade de alimentos, o quanto podemos gastar com alimentação, variedade alimentar.

Entre mocinhos e bandidos alimentares várias certezas surgem: podem modificar um hábito que era saudável (o nosso arroz com feijão já não está mais presente quanto deveria nas nossas mesas. Fiz um post sobre isso, dê uma olhada nas imagens anteriores); dietas e indústria de alimentos fazem fortunas com essa dicotomia bom versus ruim.

E, para nós – que podemos achar que é uma bobagem se preocupar em classificar dessa maneira os alimentos – a consequência pode ser devastadora: dietas frustadas, mais ganho de peso, desenvolvimento de transtornos alimentares, culpa por comer, alimentação desequilibrada.

O que fazer? Encontrar o balanço, o equilíbrio. Pode chocolate? Pode mas, não todo dia. Pode pizza? Pode mas, não toda semana. Pode macarrão? Pode, que tal integral com molho de tomate? Pode arroz com feijão? Pode, todos os dias!

(Instagram: bem_comer_bem)

Você pode falar o que pensa, aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s