Roberta Stella | Nutrição sem dieta

Trigo sarraceno: alternativa ao trigo refinado

Deixe um comentário

O sarraceno pode ser utilizado tanto em grãos como em farinha.

O sarraceno pode ser utilizado tanto em grãos como em farinha.

A palavra trigo pode levar ao erro de interpretação. Apesar do sarraceno ser utilizado como um típico cereal na alimentação, ele não pertence às gramíneas, plantas que originam os cereais trigo, aveia, arroz, cevada e milho. As semelhanças entre o sarraceno e os cereais não são somente no uso culinário (grãos ou a farinha como ingredientes) mas, também, nos tipos e quantidades de nutrientes. Devido a essas duas semelhanças (uso culinário e perfil nutricional), o trigo sarraceno é conhecido como um pseudo cereal.

O uso do sarraceno é uma excelente alternativa para substituir a farinha de trigo refinada e, dessa maneira, aumentar a qualidade nutricional da preparação, aumentando a quantidade de fibras, proteínas de alto valor biológico, vitaminas – principalmente, as do complexo B e minerais.

A elevada qualidade protéica do sarraceno está na maior concentração de amino ácidos que o corpo não produz e, por isso, são chamados de essenciais já que são obtidos somente através da alimentação. Os amino ácidos essenciais de destaque no trigo sarraceno são a lisinha, a treonina e o triptofano.

O sarraceno apresenta compostos bioativos em sua composição chamados flavonóides, destacando-se a quercitina e a rutina. A quercitina é um antioxidante que atua para inativar a ação danosa dos radicais livres nas células e, também, uma substância anti-inflamatória. Já, a rutina está sendo estudada devido a sua característica anti-inflamatória e atuação na prevenção da formação de placas de gorduras nos vasos sanguíneos, além do tratamento da artrite, entre outras ações terapêuticas.

Ele não apresenta glúten e, por isso, é indicado para pessoas que precisam limitar ou excluir (intolerância ou alergia) essa fração protéica da alimentação.

As duas tabelas a seguir, mostram em ordem decrescente (do maior para o menor) as principais vitaminas e sais minerais presentes no sarraceno, na farinha de trigo integral e na refinada.

A farinha de trigo refinada durante o processo de refinamento perde a qualidade nutricional, reduzindo a variedade e quantidade de nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo, entre eles, fibras, vitaminas e sais minerais. Assim, a farinha de sarraceno é uma alternativa para o preparo de receitas que utilizam a farinha de trigo refinada, aumento o valor nutricional das preparações.

Vale sempre ressaltar que não existem alimentos completos, ou seja, com quantidades adequadas e necessárias de todos os nutrientes e, por isso, é importante estimular a variedade de alimentos no dia a dia.

Saiba mais
Riboflavina, clique aqui.
Niacina, clique aqui.
Tiamina, clique aqui.
Vitamina K, clique aqui.

Você pode falar o que pensa, aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s