Roberta Stella | Nutrição sem dieta

Canja

Deixe um comentário

Eu, simplesmente, amo (de paixão) sopas. E não amo somente comer sopas. Divirto-me fazendo-as. Acho muito simples preparar qualquer uma e até me aventuro nos cremes, também.

Ontem, fiz uma canja, Normalmente, faço a sopa de legumes e frango com macarrão e engrosso com mandioquinha. Veja, essa receita, aqui.

Mas, como tenho arroz em casa e não é comum fazer arroz-com-feijão, resolvi ir de canja! A diferença, basicamente, é que não deixo o caldo grossinho (manero na tal mandioquinha <3) . Ainda, aproveito a sopa para inserir alguns vegetais como chuchu, vagem, batata e cenoura.

Vamos à receita!

 

20140716_122714

 

Canja

Ingredientes

– 2 colheres (sopa) de azeite extra virgem

– meia cebola grande picada bem picadinha

– 4 dentes de alho picados bem picadinhos

– 1 mandioquinha média descascada (não é para picar!)

– 1 batata média picada em cubos

– 1 cenoura média picada em cubos

– 20 vagens picadas

– 1 chuchu sem as sementes picado em cubos

– 1 cubo de caldo sabor legumes (na verdade coloquei dois, mas é muito politicamente/nutricionalmente incorreto. Mas, vai com fé e força que somente um é suficiente. Eu sou muito gulosa!)

– meio peito de frango sem pele e sem osso

– 1 colher (chá) rasa de sal (ai meu pai! O sódio me persegue. Para os puritanos, pode pular esse ingrediente que o caldo segura o sabor. Mas, só um pouco!)

– pimenta do reino a gosto (eu gosto do moído na hora!)

– meia xícara (chá) de arroz cru

 

Modo de Preparo

1° Passo: vamos cozinhar os vegetais e o franguinho

Em uma panela de pressão, aqueça o azeite. Acrescente a cebola e refogue até ela ficar transparente. Acrescente o alho e refogue por 2 minutos. Desligue o fogo. Acrescente a mandioquinha, batata, a cenoura, o chuchu, o cubo de caldo de legumes e o peito de frango. Adicione água que fique dois dedos acima dos vegetais e frango. Tampe a panela de pressão. Acenda a boca maior do seu fogão e, no fogo alto, espere a panela começar a apitar. (Não tenha medo! É seguro!). Quando começar a apitar, troque a boca de fogão para a menor e, em fogo médio, deixe a panela por 7 minutos. Desligue o fogo e espere sair a pressão.

 

2° Passo: Abra a panela

Quando toda a pressão sair (ou vapor sair?!), abra a panela. Retire o frango e a mandioquinha. Acrescente o arroz.

 

3° Passo: Desfie o frango

Desfie o frango com a ajudar de dois garfos. Amasse a mandioquinha com o grafo (se ela quebrar inteira na panela, não se preocupe!). Coloque o frango desfiado na panela. Se deu para amassar a mandioquinha, volte-a amassada à panela, também.

 

4° Passo: Espere o arroz cozinhar

Acrescente o sal se você for politicamente incorreto como eu. Tempere com a pimenta. Agora, basta esperar o arroz cozinhar. A mandioquinha não deve engrossar o caldo. Ele deve ficar ralo. Por isso, deixe, em uma caneca, reservada água fervente. Assim, se necessário, coloque mais água para formar o caldo perfeito! Pode – e deve – mexer para o arroz não grudar no fundo da panela.

 

5° Passo: Sirva quente

E cuidado para não queimar a língua, hein? :P

Você pode falar o que pensa, aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s