O antigo revisitado: melhore o que você começou em 2013

2014new

Pois é… e já estamos em 2014!

E quantas pessoas não estão nesse momento refazendo a promessa de emagrecimento? Ultimamente, tenho pensado muito o porquê de refazermos essa promessa se o que mais lemos é que é fácil emagrecer.

Na teoria dos Guias Alimentares é mOOOOOOito simples, mas simplesdemaisdaconta, sô! ter o corpão dos sonhos.

Uai, é “só” comer verduras, legumes e frutas, inserir alimentos integrais na alimentação, carnes magras no almoço e no jantar, leites e derivados com baixa quantidade de gorduras. Ah, e como para emagrecer é necessário comer, devemos fazer 5 refeições por dia!! E as tentações? A gordura, o açúcar, a farinha refinada e o choppinho é “só” saber controlar a quantidade e a frequência com que comemos! E aí? Não concorda que é mOOOOito simples essa fórmula do corpo magro e saudável?

Pois é… e já estamos em 2014 e esse papinho se repete dia após dia. Ano após ano. Tentativas seguidas de novas tentativas.

Quem convive com o problema do excesso de peso sabe: comer não é difícil! O que é difícil é mudar o comportamento, é ficar de frente com a realidade do sobrepeso e obesidade (quem já  adiou saber o peso atual por mil vezes seguidas?), é ouvir as pessoas sendo sarcásticas, é querer se pesar na farmácia e ter medo do julgamento de quem passa por perto (“mas essa pessoa não sabe que está gorda?”), é se sentir excluído socialmente, é se sentir rejeitado por quem nós esperamos ser amados… Poxa, isso é difícil pra caramba!

Pois é… e já estamos em 2014!

Nesse momento de um desejo forte de mudanças que saibamos amadurecer e mudar como nos comportamos em relação ao nosso peso e, principalmente, às decisões que tomamos para emagrecer.

Você vai começar na próxima segunda-feira mais uma dieta? Óooootemo!! :)

Mas, comece agora a pensar sobre como se comporta em relação aos alimentos. Aproveite esses dias de folia alimentar e passe a questionar alguns pontos:

– Qual a sua relação emocional com os alimentos? Está triste, come? E quando está alegre? E quando está estressado? E quando está irritado? E quando…

– E quando você come, seus problemas são solucionados? O motivo da sua raiva, tristeza, ansiedade são resolvidos, também? ;)

– Se não são resolvidos, por que você vive comendo? O que é tão dolorido enfrentar?

– Quem são as pessoas que te acompanham nas refeições? São aquelas que te fazem comer mais? É o amigo sabotador? A mãe e o pai que você sabe que irão escolher os piores alimentos?

– Você propõe alternativas ao saber que com eles você irá comer mais? Não? Mas por que não?

– Por que é tão difícil enfrentar o seu peso?

– Por que é tão difícil dizer não ao alimentos?

– Por que é tão difícil dizer sim para você?

– Qual é o problema que o seu peso esconde?

Posso listar aqui muitas outras questões. Não importa como você irá se alimentar para emagrecer porque é muito fácil, a regra ainda segue firme: se você consome menos calorias do que consome, você vai emagrecer!!

Mas, você está preparado para enfrentar as barreiras emocionais? As barreiras comportamentais que envolvem o seu comer em excesso?

Que tal começar a pensar diferente para se comportar diferente em relação ao excesso de peso, a maneira como se alimenta, às suas escolhas de “dieta” e parar de uma vez de fazer tentativas para fazer escolhas melhores?

Comece agora a pensar. As escolhas, na verdade, serão consequências! ;)

Um lindo 2014 para todos nós!

Você pode falar o que pensa, aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s