Roberta Stella | Nutrição comportamental, sem dieta e mais empática

3 maneiras de cuidar da saúde sem precisar fazer dieta ou emagrecer

| 0 comentários

Emagrecer pode levar ao pensamento equivocado como sendo uma atitude de cuidado com a saúde. Apesar da maioria das pessoas ter o discurso de querer emagrecer por causa da saúde, o que se esconde são crenças construídas para chegar próximo a um padrão de beleza imposto culturalmente e aceito socialmente. Por exemplo, ter uma boa auto-estima sobrevive a qualquer forma de corpo, mas muita gente diz que quer emagrecer para melhorar a auto-estima o que seria uma justificativa de saúde e não de ideal de beleza para emagrecer.

Outros motivos falhos para emagrecer que são enumerados estão melhorar ou prevenir o colesterol alto, cuidar ou controlar a glicemia sanguínea e ter mais disposição física para fazer as atividades do dia a dia. Entretanto, para todas essas justificativas em defesa de emagrecer fazendo dieta há uma alternativa mais eficiente de atingir o objetivo sem precisar fazer restrição alimentar ou excluir algum alimento ou grupo alimentar.

Como cuidar da saúde e do bem estar

1. Melhore a alimentação sem restrição alimentar. Ter uma visão de como se alimenta pode ajudar se você não sabe muito bem por onde começar. Anote em um papel a alimentação de uma semana. Analise e reflita sobre como se alimentou. Como se sente? Frustrado por não comer frutas? Surpreso por não ter se dado conta de que comia tão pouco legumes e verduras? Que tal ter uma meta para passar a incluir frutas e legumes durante a semana? Perceba que não é pensar no que retirar da alimentação, se culpando por comer algo que julga não saudável. Mas é começar a inserir alimentos de melhor qualidade nutricional. Você irá perceber que ao inserir alimentos de melhor qualidade nutricional, gradativamente, os alimentos de menor qualidade irão se reduzir.

2. Movimente mais o corpo. Não precisa ir à academia se não gosta. Não precisa correr se você se sente mal. A maioria das pessoas está na faixa do sendentarismo e não julgue que você é a única que não é determinada para conseguir correr uma meia maratona no próximo final de semana! Tem menos a ver com determinação e mais com entender o seu corpo. Se é sedentário e já começar a correr, dificilmente, se sentirá bem durante o exercício. Terá sintomas não muito agradáveis como ficar sem fôlego, muito cansaço, coração querendo sair pela boca, visão embaçada e até ânsia de vômito. Então, pular do sofá depois de anos e anos sem fazer nenhuma atividade física e já querer ter um rendimento alto é um desejo que não é real. Comece movimentando aos poucos o corpo. Entenda como você caminha, a postura do corpo ao andar, perceba o quão importante é o seu corpo que te propicia se deslocar e conhecer novos lugares. Isso levará a conhecer mais o seu corpo e qual atividade você mais gosta e que atenderá as necessidades atuais dele.

3. Saia mais para passear. Ir ao cinema, ao museu, ao parque são formas de cuidar da sua saúde, principalmente, da saúde mental. Um filme pode mostrar situações que você está passando e como o personagem enfrentou e superou esses momentos, te motivando a ter uma postura mais positiva frente aos desafios que a vida possui. Ir a uma exposição de arte pode te impactar com a diversidade das formas de corpos e você perceberá que o padrão de beleza é uma construção cultural e conseguirá identificar discursos sobre beleza e saúde que são exigidos atualmente. Ir a parques fará com que movimente mais o corpo, verá novas pessoas e encontrará amigos.

Acima, de forma breve, foram abordados três maneiras de cuidar da saúde sem precisar emagrecer.

Começar a se movimentar, somente isso, sem precisar fazer dietas, já traz um melhor entendimento do corpo, melhora do bem estar e da saúde. Se você deseja cuidar da sua taxa de colesterol, por exemplo, movimentar mais o corpo é um pré-requisito. Não precisa ser atleta para isso e nem seguir um dieta rigorosa.

Melhorar a qualidade da alimentação sem abrir mão dos alimentos prazerosos fará com que cuide e previna as taxas sanguíneas que rotineiramente são medidas como a glicemia e os triglicerídeos.

É necessário parar de pensar que dieta para emagrecer é sinônimo de cuidar da alimentação. Na verdade, o que acontece é o inverso já que elas pregam um restrição excessiva sem mudanças no comportamento alimentar. A consequência disso já está descrita na literatura científica: 95% das pessoas que emagrecem fazendo dieta recuperam todo o peso eliminado, ou seja, dieta não é uma forma eficiente e adequada de cuidar do corpo, da saúde física e mental.

E, finalmente, ser mais sociável, encontrar amigos e pessoas com quem se identifica ajuda a entender aspectos da vida, reafirmando os valores importantes para você.

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.


Google+